A Luz da Cal ao Canto do Lume

DUARTE, Joaninha,, Lisbon, Colibri, 2009

Collected records

Results 1 thru 14
Page 1 of 1

APL 1550
A barrica de libras

(265)
Cabeção, MORA, ÉVORA

Reza a lenda imemorável que ao fundo do bairro, existia um portão, tipo cancela, ao pé do Chão da Quinta (onde hoje é o cemitério), ladeado por ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 1543
A Estolinda

(266)
Cabeção, MORA, ÉVORA

Antigamente era proibido pela igreja fazer certos trabalhos aos Domingos e dias Santos. A Estolinda era costureira e não respeitava tal preceito. Um dia morreu e o povo come ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 1545
A Jaleca

(266)
Cabeção, MORA, ÉVORA

Benjamim, homem de Avis, era lobisomem. Um dia um camponês viu um burro e como estava com calor tirou a jaleca e meteu-a em cima do burro. Nisto este ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 1546
Bruxarias

(234)
Mora, MORA, ÉVORA

A minha avó tinha-se zangado com o meu avô.
Como o meu avô guardava ovelhas tinha sempre um molhe de cajados atrás da porta.
Então, ele tinha-se zangado ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 1548
Histórias sobre Lobisomens

(180)
Mora, MORA, ÉVORA

Havia um homem que morava num monte para os lados de Ponte Sôr.
O homem todos os dias tinha que passar por uma, azinhaga muito estreita, que era o ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 1556
Lenda da Malarranha

(269)
Mora, MORA, ÉVORA

Há muito tempo atrás um lavrador andava a tentar lavrar a terra, mas aquilo não estava a correr bem.
- Então, compadre o que é que se passa?
- Ah ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 1553
Lenda da Mina

(267)
Mora, MORA, ÉVORA

Sempre ouvi dizer que era, uma princesa moura encantada que lá vivia e que havia de haver um príncipe que a ia desencantar. Mas, parece que a princesa moura ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 1549
Lenda de Nossa Senhora das Brotas (1)

(265)
Brotas, MORA, ÉVORA

Uma ocasião, um pastor que andava a guardar vacas, deu com uma vaca morta, caída numa barroca, no sítio onde hoje está a igreja. Como não ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 1551
Lenda do Capitão Mór

(266)
Cabeção, MORA, ÉVORA

Era uma vez um homem a quem toda a gente chamava Capitão-mor e era dono de uma grande vinha. A Tapada, assim se chamava a fazenda era a caminho ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 1552
Lenda do Homem da Estação

(266)
Cabeção, MORA, ÉVORA

Sempre se contaram histórias de medos sobre a Estação de Cabeção.
O guarda da Estação que era de Cabeção dizia que todos os dias lhe ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 1554
Moura Encantada

(267-268)
Pavia, MORA, ÉVORA

Contam os mais antigos que no caminho para a fonte existia um tesouro debaixo de uma grande oliveira, deixado por uma moura que a pouco e pouco foi enriquecendo, mas ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 1547
O Medo de Mora

(180)
Mora, MORA, ÉVORA

Há muitos anos apareceu um medo em Mora, aqui na ladeira do urinol.
Então esse medo, uns dias por semana aparecia dentro de um saco a fazer de porco ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 1555
Ponte inacabada

(268-269)
Cabeção, MORA, ÉVORA

Quem vai de Pavia e para a Malarranha há uma ponte romana que dizem que foi feito pelo diabo, numa noite. Tinha como ajudantes bruxas e diabinhos. Ora, quando come ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 1544
Sete Irmãos

(267)
Mora, MORA, ÉVORA

Aqui em Mora havia uma família que tinha sete filhos. Diziam que o mais velho era lobisomem. Tinha aquele dom. Naqueles dias de lua cheia tinha que abalar, despia ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]
Results 1 thru 14
Page 1 of 1