Da Memória do Povo

TENGARRINHA, Margarida,, Lisbon, Colibri, 1999

Collected records

Results 1 thru 24
Page 1 of 1

APL 478
A alma penada de odelouca

(67-68)
Mexilhoeira Grande, PORTIMÃO, FARO

Havia uma senhora em Odelouca que tinha nove irmãos. Quando os pais morreram todos foram herdeiros. Ela herdou como um qualquer dos irmãos e dividiram as terras. Mas ...

[Some Belief] [Oral transcription]

APL 463
A bruxa Inácia da Córte

(31-32)
Mexilhoeira Grande, PORTIMÃO, FARO

Tenho uma também passada com o mê pai, Deus o tenha na Glória e à minha mãe, que o mê pai morreu fiquei eu pequenina.
 Morava ali num ...

[Convinced Belief] [Oral transcription]

APL 481
A lenda do canto das almas

(73-74)
Alvor, PORTIMÃO, FARO

Contou-me a minha mãe que antigamente, quando aqui em Alvor se ouvia à noite cantarem pelas ruas o Canto das Almas, toda a gente tinha um medo horrível. Eram ...

[Some Belief] [Oral transcription]

APL 476
A Lenda do Senhor Jesus de Alvor (2)

(66)
Alvor, PORTIMÃO, FARO

A lenda do Senhor Jesús de Alvor desenvolveu-se com uma informação do sacristão, da altura, da Igreja de Alvor, que referiu encontrar por vezes pingos de sangue ...

[Some Belief] [Oral transcription]

APL 462
A levitação de josé perpétuo

(29-30)
Mexilhoeira Grande, PORTIMÃO, FARO

Aquilo qu’eu vou contar passou-se na Senhora de Verde, lá na eira do mê pai.
 Tinhamos uma égua quase morta, uma vaca quase morta tamem e outra enjêtou ...

[Convinced Belief] [Oral transcription]

APL 482
A mulher-cobra

(82-83)
Mexilhoeira Grande, PORTIMÃO, FARO

Era uma vez uma aldeia onde toda a gente vivia bem, tinham campos e hortas, criação de porcos e galinhas, vacas e outros animais, mas era gente muito agarrada ...

[Convinced Disbelief] [Oral transcription]

APL 474
A pegada da Nossa Senhora na fonte junto da ermida

(64)
-, PORTIMÃO, FARO

Diz o povo que, quando a Nossa Senhora apareceu na fonte de Senhora do Verde deixou uma pegada numa grande pedra que lá há. Via-se muito bem que era uma ...

[Some Belief] [Oral transcription]

APL 466
As bruxas da quinta da rocha

(37-38)
Alvor, PORTIMÃO, FARO

Além na Quinta da Rocha havia uns tapastêros que faziam umas tapadas para apanhar peixe e um senhor que era o avô do que foi o dono dessa ...

[Convinced Belief] [Oral transcription]

APL 458
As bruxas da várzea do farelo

(27-28)
Mexilhoeira Grande, PORTIMÃO, FARO

O meu avô Joaquim Veiga trabalhava numa fazenda na Várzea do Farelo, que era do senhor Nobre de Monchique e ‘inda há-de ser da mesma família.
 Um ...

[Convinced Belief] [Oral transcription]

APL 467
As bruxas de alvor

(39)
Alvor, PORTIMÃO, FARO

O mê avô, que era também pescador e a quem chamavem o velho José Rato e foi quem me contou muita coisa, dizia que as bruxas antigamente se apegavem ...

[Some Belief] [Oral transcription]

APL 472
As bruxas que vinham de santarém

(44)
Alvor, PORTIMÃO, FARO

Ali ond’é que eram as casas da Maria Céguinha, ó pé da Ribêra, contava a minha avó que havia um terreno vago, ah era tudo tomatêras bravas, e ...

[Some Belief] [Oral transcription]

APL 471
A sorte da água para descobrir a bruxa

(42-43)
Alvor, PORTIMÃO, FARO

O pai da minha avó tinha um menino e havia uma comadre dele que fez mal ó menino, bruxedos. O menino andava muito doente, na comia nem nada e apareceu morto ...

[Convinced Belief] [Oral transcription]

APL 461
A vingança das bruxas

(28)
Mexilhoeira Grande, PORTIMÃO, FARO

Há muito tempo havia na Senhora de Verde um homem chamado Zé da Costa, que por todo o lado fazia mangação das bruxas.
 Uma noite, na taberna, teimava com ...

[Convinced Belief] [Oral transcription]

APL 469
A viúva dos montes de alvor

(40-41)
Alvor, PORTIMÃO, FARO

Esta foi verdadêra, qu’eu vou contar.
 Havia uma viúva (era dos Montes) e então havia um senhor que era viúvo e tinha alguma coisa, e ...

[Convinced Belief] [Oral transcription]

APL 473
Lenda da Senhora do Verde

(63-64)
-, PORTIMÃO, FARO

The image of Our Lady was found near a spring with curing properties. So they decided to build a chapel for the image nearby. But when a dog was immersed ...

[Some Belief] [Oral transcription]

APL 479
Lenda do sítio da mulher morta

(68-69)
Mexilhoeira Grande, PORTIMÃO, FARO

O qu’eu sempre tenho ouvido, já da minha avó, dos meus bisavós, todos daqui destes sítios, tenho ouvido sempre assim: Na Quinta Feira da Ascenção a ...

[Some Belief] [Oral transcription]

APL 477
Lenda dos três irmãos de Alvor

(66-67)
Alvor, PORTIMÃO, FARO

Corre entre o povo de Alvor que os três pequenos rochedos localizados na Praia dos Três Irmãos, em Alvor, simbolizam três irmãos pescadores que apanhados ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 470
Lobisomens de alvor

(41-42)
Alvor, PORTIMÃO, FARO
Types: 4005,

No verão, aqui em Alvor, as mulheres vinham à noite p’rá rua fazer emprêta e atão uma vez (no outro dia era dia de mercado), enquanto elas ...

[Some Belief] [Oral transcription]

APL 456
O baile das bruxas no vale de botas

(25)
Mexilhoeira Grande, PORTIMÃO, FARO

Há uma encruzilhada logo ali em baixo, quando se vai para o Vidigal, no sítio que se chama Vale de Botas, onde as bruxas e os bruxos faziam uns ...

[Convinced Belief] [Oral transcription]

APL 480
O galo da páscoa

(70)
-, PORTIMÃO, FARO
Motifs: C221.1.,

Types: 767 A,

Vou contar a razão por que não se deve comer ave de capoeira no domingo de Páscoa.
 Já a minha avó e a minha mãe tamb ...

[Some Belief] [Oral transcription]

APL 465
O joão do serro, lobisomem

(36-37)
Mexilhoeira Grande, PORTIMÃO, FARO

Ali no Ribeiro do Pereiro havia lá um homem qu’era o João Estrudes, tinha o apelido de João do Serro e tambem lhe chamavam o João ...

[Convinced Belief] [Oral transcription]

APL 457
Os bois presos no cagorro

(26)
Mexilhoeira Grande, PORTIMÃO, FARO

Ouvi contar esta história há muito tempo ao padrinho José Rosendo. Dizia ele que ali mais embaixo, na encruzilhada do Cagorro, costumavam juntar-se as bruxas nas noites de sexta ...

[Convinced Belief] [Oral transcription]

APL 464
Os bruxedos da carembicha

(33-36)
Mexilhoeira Grande, PORTIMÃO, FARO

Gertrudes: A minha irmã mais velha também foi morta por mal de bruxedo. Foi a primeira mulher do mê marido, que só mais tarde veio a casar comigo.
 Eu ...

[Convinced Belief] [Oral transcription]

APL 468
Pedro nas mãos das bruxas

(39-40)
Alvor, PORTIMÃO, FARO

Antigamente, antes de haver electricidade, as pessoas de Alvor contavam mais histórias de almas do outro mundo e de bruxas. As ruas eram muito escuras e as pessoas tinham ...

[Some Belief] [Oral transcription]
Results 1 thru 24
Page 1 of 1