O Traitolas

APL 1105

O Cadafaz dista alguns quilómetros de Rabacinas e Maxiais. Fica na margem esquerda da Ribeira da Fróia e é um lugar de muitas hortas.
 Diziam que aparecia aqui uma “estátula" chamada Traitolas.
 Ao Cadafaz as pessoas só podiam ir durante o dia. De noite tinham medo do Traitolas porque a “estatula” batia e metia medo aos visitantes.
 Durante o dia o Traitolas metia-se nos muitos palheiros do lugar.
 Durante a noite, nem para aquele local iam a pesca. Os rapazes que iam para o baile em Maxiais só passavam pelo Cadafaz a ida, durante o dia. De noite assistiam ao baile onde cada um arranjava uma rapariga para dançar toda a noite, e sobre a manhã quando voltavam vinham pelo Chão de Galego. Isto obrigava-os a dar uma grande volta, só para não passarem pelo Cadafaz.
 Pessoas havia que diziam que era mentira. Outras diziam que era verdade.
 Mas para se dizer tinha que haver algum jeito.

Source HENRIQUES, Francisco Contos Populares e Lendas dos Cortelhões e dos Plingacheiros Vila Velha de Rodao, Associação de Estudos do Alto Tejo, 2001 , p.269

Year1986

Place of collection-, PROENÇA-A-NOVA, CASTELO BRANCO

CollectorFrancisco Henriques (M)

InformantEusébio Henriques (M), - (PROENÇA-A-NOVA) CASTELO BRANCO,

Narrative

When XX Century, 90s

BeliefUnsure / Uncommitted

Classifications