Alcanhões

APL 1479

On a small hill, Jesus Christ, disguised as an old man, meets a few farmers and begs a small part of the wheat they were threshing. They refuse, and, from then on, that land became cursed (infertile).

Junto á Ponte do Frade, na estrada de Santarem a Alcanhões, ha um pequeno cabêço, cuja origem, segundo a tradição da gente d’estes sitios, é a seguinte:
 Andando uns lavradores a malhar trigo, chegou-se a elles um velho muito formoso e de grandes barbas brancas, e lhes pediu esmola. Elles lh’a negaram com palavras desabridas. Disse-lhes então o pobre. «Dae-me ao menos uma mão-cheia d’aquelle trigo» (apontando para um grande monte d’elle que estava junto á eira.) «Aquillo é terra, responderam os lavradores.» «Pois seja terra, disse o pobre» e foi andando.
 Quando os lavradores foram ao monte do trigo, buscar mais para ajoeirarem, o acharam convertido em terra.
 Ainda hoje se chama ao tal cabeço, Monte do Trigo, e é terra tão amaldiçoada, que nada produz. A chuva tem esbroado os morros circumvisinhos, mas este não.
 É certo que, fazendo-se aqui escavações, ha annos, se acharam pás, encinhos, etc.
 Diz-se que o pobre era Jesus Christo, que andava pelo mundo a ver como os homens cumpriam o preceito da caridade.

Source PINHO LEAL, Augusto Soares d'Azevedo Barbosa de Portugal Antigo e Moderno Lisbon, Livraria Editora Tavares Cardoso & Irmão, 2006 [1873] , p.tomo I, p. 66

Place of collection Alcanhões, SANTARÉM, SANTARÉM

Narrative

When XIX Century,

BeliefUnsure / Uncommitted

Classifications