Arga

APL 1491

A thief converts to Christianity, but still is murdered. Days after its death, the body shows some signals of holiness: very few signs of putrefaction and a mild smell.

Ha tambem n’esta serra a capella dedicada a Santo Aginha, que a tradição affirma haver sido um salteador muito temido, mas que se converteu a instancias e persuasão de um padre que intentára roubar. O sacerdote, no acto de o confessar, impoz-lhe, dizem, a penitencia de permanecer n’este monte prestando auxilio aos viadantes no mesmo sitio em que d’antes os atacava.
 Aconteceu passar um carreiro a quem se voltou o carro; Aginha correu a ajudal-o, mas o carreiro, ignorando a sua conversão, arreceiou-se d’elle, e pegando de uma enchada, matou-o com ella, correndo depois a declarar o succedido para ganhar o premio que se promettera a quem prendesse ou matasse o facinora.
 Vieram por este motivo as auctoridades verificar o obito e encontraram o corpo bem conservado, e, ao que dizem, exhalando suavissimo cheiro, apesar de serem decorridos bastantes dias depois do fallecimento. O logar onde foi sepultado não é hoje conhecido, e sómente existe a ermida que está arruinada, mas que é ainda muito concorrida de fieis, que teem a devoção de trazerem d’ella terra, a que attribuem a virtude de curar os atacados de sesões.

Source PINHO LEAL, Augusto Soares d'Azevedo Barbosa de Portugal Antigo e Moderno Lisbon, Livraria Editora Tavares Cardoso & Irmão, 2006 [1873] , p.tomo I, p. 238 N

Place of collection Arga De São João, CAMINHA, VIANA DO CASTELO

Narrative

When XIX Century,

BeliefUnsure / Uncommitted

Classifications