Arouce

APL 1492

Num castelo, um cavaleiro esconde a sua filha encantada e os seus tesouros. Séculos depois, alguns indivíduos continuam na busca de tais tesouros.

Miguel Leitão de Andrade diz que no tempo de Sertorio, reinára em Coimbra um tal Arunce, e que foi este que mandou fazer o castello de Arouce (ou da Louzan, como mais commumente se chama) e que a elle, ao rio e á povoação deu o seu nome; e que no tal castello escondera ou encantára uma sua formosa filha e todos os seus thesouros.
 Fiados n’esta tradição é que tantos teem aqui trabalhado a ver se encontram os taes thesouros; mas o que teem feito sómente é arruinar em partes as muralhas.

Source PINHO LEAL, Augusto Soares d'Azevedo Barbosa de Portugal Antigo e Moderno Lisbon, Livraria Editora Tavares Cardoso & Irmão, 2006 [1873] , p.tomo I, p. 238 JJ

Place of collection Lousã, LOUSÃ, COIMBRA

Narrative

When III Century,

BeliefUnsure / Uncommitted

Classifications