Labisomem

APL 1618

Sendo sete irmãs, a sétima fica para “peeira dos lobos”. Vai viver “sete anos” entre os lobos. Estes é que procuram alimentos para ela. Ela dorme na cova com eles. Eles desesperam se ela falta, e ela só está livre deles, quando os lobos andam a caçar para ela. Ao fim dos sete anos acaba “a fada” (sic) (= fado). Sucedeu isto em Gontinhães com uma rapariga que declarava ao pai que tinha “uma fada a correr”.
Depois desapareceu. Foi encontrada toda esfarrapada por um caçador, a quem contou tudo, dizendo que pouco lhe faltava para cumprir a sua fada. Quando ele voltou mais tarde, não a encontrou já. Tinha ido para casa dos pais, como criada, porque estes a não conheceram, e só depois de explicações é que veio a tal certeza.

Source SARMENTO, Francisco Martins Antígua, Tradições e Contos Populares Guimaraes, Sociedade Martins Sarmento, 1998 , p.100-101

Place of collection-, GUIMARÃES, BRAGA

InformantConstança (F),

Narrative

When XX Century,

BeliefUnsure / Uncommitted

Classifications