Tardo (= pesadelo)

APL 1655

Traz um barrete vermelho e quem lho tirar não só se livra do pesadelo, mas fica rico. Não se sabe se é alma de criança sem baptismo, se príncipe encantado. Sente-se chegar pelo tom surdo das passadas (assim sucedeu à Margarida uma vez que estava doente de cama; ouviu-lhe mesmo as passadas sobre o enxergão), mas não se pode gritar, nem fazer um movimento, desde que ele se faz ouvir.

Source SARMENTO, Francisco Martins Antígua, Tradições e Contos Populares Guimaraes, Sociedade Martins Sarmento, 1998 , p.162

Place of collection-, GUIMARÃES, BRAGA

InformantMargarida (F),

Narrative

When XX Century,

BeliefUnsure / Uncommitted

Classifications