O lobisomem

APL 1722

Havia um casal que tinha uma criança. E o marido todas as noites saia sem dizer p’ra onde ia. Ela, quando ele chegava, questionava-o, mas ele deitava-se a dormir, nem sequer queria conversa.
A senhora, enciumada, começou a pensar que ele tinha outra mulher e desabafou com amigas. Elas disseram:
- Na hora qu’ele sair, tu pegas, vais atrás dele, vigia-o.
-Ai! E o menino?
- Então, o menino embrulha-lo num xaile e leva-o!
 E assim foi, ela uma noite deixou-o sair, tinha tudo prontinho, assim qu’ele saiu, foi atrás dele.
 Falam que isto aconteceu junto à feira dos pucarinhos, que n’altura era no largo principal d’aldeia.
Ele que metia ali por aquela rua fora (a quelha dos Correias) e ela chegou ali perdeu-lhe o rasto, não o viu mais. Deixou-se estar ali um pouco sentada a ver se ele tornava p’ra casa.
Passado um bocado, ela viu uma sombra grande, não se apercebeu o que era, mas achou que seria um animal, qualquer coisa parecida com um lobo e que tentou atacá-la.
Ela tentou fugir, mas ele ao tentar agarrá-la com os dentes, tenta morder a criança. Ela fugiu, foi para casa muito assustada.
Passado pouco tempo surgiu ele. Ela ia-lhe falar qualquer coisa, mas quando vai para lhe falar, viu-lhe lã do xaile do menino nos dentes. Guardou aquilo para ela em segredo alguns anos.
 Um dia, consta-se que vieram pr’aí umas pessoas do Brasil, ligadas a bruxarias e aquelas coisas satânicas. Ela foi desabafar com essas pessoas e elas disseram-lhe:
- Então deixa-o ir outra vez, não leves a criança e no dia quando ele sair, tu tens que arranjar uma silva macho e quando ele te vier p’ra t’acar, tu tens que o ferir com essa silva até fazer sangue para quebrar esse encanto.
E assim foi....
Ela fez e pelos vistos diz que foram felizes depois até ao resto da vida.

Source AA. VV., - Literatura da tradição oral do concelho de Vila Real s/l, UTAD / Centro de Estudos de Letras (Projecto: Estudos de Produção Literária Transmontano-duriense),

Place of collection Justes, VILA REAL, VILA REAL

InformantArmanda Felícia (F), 45 y.o., Justes (VILA REAL) VILA REAL,

Narrative

When XX Century, 90s

BeliefUnsure / Uncommitted

Classifications

TypesChristiansen 4005 The Werewolf Husband