Lenda do Azinhal

APL 1764

Quando os mouros ainda habitavam estas paragens, havia aqui um senhor muito rico e poderoso que tinha uma filha muito bela.
 Por aqui passavam muitos cavaleiros, até que um dia passou um por cá, por quem a jovem se apaixonou.
 - Esta paixão era correspondida e a jovem decidiu casar-se. Mas o jovem havia feito uma promessa a si próprio, continuar eternamente livre, e desesperado correu para um montado de azinheiras e cravou um punhal no peito.
 Surgiu neste sítio a aldeia de Azinhal.
 A rapariga chorou muito a morte do seu amado e levou o resto dos seus dias a fazer uma renda muito delicada, com o auxílio de uns pauzinhos feitos de estevas, chamados bilros.
 Assim surgiu a maravilhosa renda a bilro.

Source AA. VV., - Tradição Popular Algarvia Faro, Direcção Geral de Educação de Adultos, s/d , p.Lendas

Year1984

Place of collection Azinhal, CASTRO MARIM, FARO

Narrative

When XX Century,

BeliefUnsure / Uncommitted

Classifications