[O Pretinho do Gorro Encarnado]

APL 1767

Nas cavernas de Mexilhoeirinha havia comunicação subterrânea para o castelo de Silves, afirma a lenda.
 Por isso estas cavernas eram sempre muito povoadas de mouros, e em uma delas esteve escondido o rei de Silves. Diz o povo que no interior daquelas cavernas há palácios encantados e salas lindíssimas, cujo tecto formado por bicos de uma pedra de água muito branca. Ainda hoje ali residem mouros encantados.
 Há uns anos, passando certa lavadeira próximo das cavernas, avistou à entrada de uma delas uma criança, tão morena, tão morena que parecia um pretinho, tendo na cabeça um gorro encarnado. Acenou-lhe o pretinho, pedindo que se aproximasse, mas a lavadeira viu logo que era um mourinho encantado, e teve tanto medo, que se pôs de corrida para casa, descansando quando se viu com a porta trancada por dentro.

Source OLIVEIRA, Francisco Xavier d'Ataíde Monografia de Estômbar Faro, Algarve em Foco, 1987 [1911] , p.175

Place of collection Estômbar, LAGOA, FARO

Narrative

When XX Century,

BeliefUnsure / Uncommitted

Classifications

MotifsTh [F721.5.1.] Underground palace full of jewels.