A Lenda da Costureirinha

APL 1809

Eu não sei a promessa que ela fez, não sei o que é que ela prometeu… ela era uma rapariga que cosia e, então, não sei que promessa é que ela pediu a Deus que depois pagava a promessa com dinheiro -  penso eu que era com dinheiro(?) - mas depois, se havia de pagar a promessa com aquele dinheiro, comprou a máquina; comprou a máquina - e ela cosia; era costureira, cosia - e depois dizem que, quando ela faleceu, que andava passeando por aí e ouvia-se a máquina a coser, ouvia-se a tesoura pousar na máquina, ouvia-se o dedal, ouvia-se essas coisas todas -  mas a gente não sabe se isso foi verdade, se não foi, é o que se ouvia falar.

Source AA. VV., - Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas) Faro, n/a,

Year1999

Place of collection Vila Real De Santo António, VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO, FARO

CollectorCarla Silva (F)

InformantErnestina dos Mártires Martins (F), 76 y.o., Vila Real De Santo António (VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO) FARO,

Narrative

When XX Century,

BeliefUnsure / Uncommitted

Classifications