Lenda das laranjas e da rainha Mafalda

APL 1853

Nos primórdios da nacionalidade, no tempo em que a Rainha Santa Mafalda ainda era viva, há um convento da mesma ordem de Cister, como este, em Rio Tinto.
 E a Rainha Santa Mafalda vinha de lá para cá, de Rio Tinto para cá a cavalo numa burrinha e passou ali ao Burgo (sabe onde é o pão-de-ló), passou ali ao Burgo e correram-na, correram-na com as laranjas, atiraram-lhe laranjas. E ela passou e amaldiçoou as laranjeiras e até há muito pouco tempo ali no Burgo não havia laranjas.

Source AA. VV., - Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas) Faro, n/a, , p.TSM, Cd 8, faixa 35

Year2005

Place of collection Arouca, AROUCA, AVEIRO

CollectorAna Azevedo (F)

InformantEmília Saavedra (F), 64 y.o., born at Arouca (AROUCA) AVEIRO,

Narrative

When XII Century,

BeliefUnsure / Uncommitted

Classifications