[A Maria Encantada]

APL 1858

(…) Mas as duas comadres combinaram-se uma com a outra para virem de manhã lavar a roupa para [o caldeiro]. E agora uma diz:
 — A comadre quer ir de noite?! Eu não vou, a comadre vaia andando que eu vou lá ter.
 A comadre foi-se embora e chegou à encumeada já estava uma mulher a lavar roupa num paul, lá em baixo. Diz assim:
 — Ah, olha já uma mulher a lavar roupa, ah.
 Chegou lá a baixo ao paul... mas ela tinha comido três dentes de alho com a casca em casa com pão. E ela chega lá abaixo ao paul e diz… ai aquela pessoa contra ela, não falou, nem comadre nem nada, disse:
 — A graça que tiveres foi comeres alho, três dentes de alho com a casca senão eu ia-te encantar e não te desencantava.
 Aquela mulher foi com a roupa sozinha. A tremer, a tremer e veio-se embora.
 — Ah comadre, fizeste bem em não vires para a caldeira, a Maria encantada que estava a lavar e queria me encantar e que a desencantasse.

Source AA. VV., - Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas) Faro, n/a,

Year1970

Place of collection Santa Cruz Da Graciosa, SANTA CRUZ DA GRACIOSA, ILHA DA GRACIOSA (AÇORES)

CollectorJoanne Purcell (F)

Narrative

When XX Century,

BeliefUnsure / Uncommitted

Classifications