A origem das andorinhas

APL 1867

Há muitos, muitos anos, quando o menino Jesus era pequenino, andava às vezes pelo campo entretidinho, amassando barro e fazendo com ele passarinhos de asas abertas que poisava no chão.
 Uma vez passou por aquele campo cheio de luz um homem muito mau. Tentou, com os pés, dar cabo de todas as andorinhas que o menino tinha feito. O menino Jesus ficou muito aflito e, batendo as suas mãos pequeninas, fez voar para muito longe as avezinhas. Ali nasceram as andorinhas.
 Mas nunca mais se esqueceram de Jesus e, passados tempos, vieram poisar sobre o beiral da casa onde Jesus vivia e, com o barro de que tinham sido feitas, fizeram os seus ninhos.
 Foram sempre acompanhando Jesus durante a sua vida e, quando Jesus foi crucificado, as andorinhas foram rodeá-lo e, com os seus biquinhos, iam tirando da coroa os espinhos que tanto magoavam a sua cabeça.
 Ao verem o sofrimento de Jesus, as suas asas cobriram-se de luto e assim ficaram para sempre como hoje ainda por aí as vemos.

Source FURTADO-BRUM, Ângela Contos Tradicionais Açorianos Ponta Delgada, João Azevedo Editor, 2003

Place of collection-, PONTA DELGADA, ILHA DE SÃO MIGUEL (AÇORES)

InformantPaulo Roberto Pereira (M), - (PONTA DELGADA) ILHA DE SÃO MIGUEL (AÇORES),

Narrative

When Century,

BeliefUnsure / Uncommitted

Classifications