A lenda das baratas

APL 2010

Foi-me contada uma história sobre uma senhora que trabalhava num escritório e tinha o hábito de lamber aquela parte para colar os envelopes com a língua! Passado algum tempo, a língua dela começou a inchar até que chegou a um certo ponto que ela já não conseguia comer. Ela foi ao hospital para saber o que é que se passava, e lá fizeram-lhe uns exames e acabaram por constatar que o único remédio era cortar-lhe a língua para saber o que é que estava no seu interior. Os médicos ao cortarem-lhe a língua, saltou de lá uma barata. Vieram a descobrir mais tarde que nas fábricas de envelopes, os envelopes eram o local onde as baratas punham os seus ovos, e a senhora ao lamber os envelopes ingeriu ovos de barata que por sua vez se desenvolveram na sua língua.

Source AA. VV., - Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas) Faro, n/a,

Year2005

Place of collection Albufeira, ALBUFEIRA, FARO

CollectorJoão Pedrosa (M)

InformantMaria Teixeira (F), Albufeira (ALBUFEIRA) FARO,

Narrative

When XX Century,

BeliefUnsure / Uncommitted

Classifications