A Lenda da Lavadeira

APL 2029

   Antigamente, as pessoas diziam que no dia do Corpo de Deus não se podia nem lavar roupa, nem lavar o chão nem fazer tarefas domésticas. No entanto, muitas pessoas não acreditavam e continuavam na sua rotina normal. Conta a lenda que uma senhora não obedeceu ao que lhe foi ensinado e insistiu em fazer as tarefas domésticas na mesma. A senhora pôs-se a lavar roupa na ribeira por teimosia ao que lhe tinham dito. O que sucedeu a seguir foi que depois da senhora ter falecido, todos os anos e àquela hora no dia do Corpo de Deus, se ouvia o som da roupa a bater na pedra da ribeira. Este facto foi entendido pela população como um castigo de Deus.

Source AA. VV., - Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas) Faro, n/a,

Year2005

Place of collection Olhão, OLHÃO, FARO

CollectorCláudia Santos (F)

InformantMaria Ermelinda Garrana (F), 77 y.o., born at - (OLHÃO) FARO,

Narrative

When XX Century,

BeliefUnsure / Uncommitted

Classifications