A Lenda do Menino dos Olhos Grandes

APL 2031

   De madrugada, havia um menino que aparecia aos pescadores sempre a chorar na rua. Ele aparecia numas ruas muito estreitas que Olhão tem, na chamada a banda de levante (lado onde o sol se põe). Como o menino aparecia sozinho e estava sempre a chorar, os pescadores tinham pena dele e levavam-no para o barco enquanto trabalhavam. Os pescadores julgavam ser uma criança abandonada. A criança andava e tinha uma característica fora do vulgar: os olhos muito grandes. Assim que os pescadores começavam a andar no barco acontecia algo muito estranho, pois o barco começava a ficar cada vez mais pesado. As primeiras vezes que isto aconteceu, aperceberam-se que o grande causador de tanto peso era o menino, por isso, os pescadores eram obrigados a deitar o menino ao mar para não irem ao fundo. Quando atiravam o menino ao mar o barco voltava ao normal. Muitos pescadores comentavam isto uns com os outros. A vários pescadores acontecia o mesmo, por isso já sabiam que o menino era o causador de tamanho peso. Com o tempo, os pescadores deixaram de levar o menino com eles e já nem prestavam atenção quando ouviam o menino a chorar. Eles relatavam que chegavam mesmo a falar com o menino dos olhos grandes, mas o menino não falava, apenas chorava. O menino só parava de chorar quando os pescadores o colocavam no barco. Muitas pessoas da época diziam que viam o menino dos olhos grandes na rua e, como tinham medo dele, fugiam.

Source AA. VV., - Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas) Faro, n/a,

Year2005

Place of collection Olhão, OLHÃO, FARO

CollectorCláudia Santos (F)

InformantMaria Ermelinda Garrana (F), 77 y.o., born at - (OLHÃO) FARO,

Narrative

When XX Century,

BeliefUnsure / Uncommitted

Classifications