Lenda da “Ribeira da Ocreza”

APL 2047

Um senhor veio a Castelo Branco fazer compras mas não tinha transporte e veio a pé. Mas ao regressar fez-se de noite e ao passar uma ponte, que é a ponte que atravessa a ribeira da Ocreza, onde tinham dito que morreu lá um soldado.
O homenzinho ía a pensar nessa situação e ficou com receio de atravessar a ponte. De repente avistou lá um senhor, e ficou arrepiado. Ainda pensou em voltar para trás mas era muito longe, e decidiu atravessar a ponte.
Ao aproximar-se do homem que estava em cima da ponte, notou que estava muito desfigurado e disse: “boa noite”. O soldado disse: “quem vai, vai, quem está, está, aqui não de saúdam pessoas que já desapareceram a vários anos”.
O homem arrepiou-se todo mas seguiu caminho. Uns passos mais adiante, olhou para trás e já não viu ninguém.

Source AA. VV., - Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas) Faro, n/a,

Year2004

Place of collection Castelo Branco, CASTELO BRANCO, CASTELO BRANCO

CollectorLiliane Gonçalves (F)

InformantMaria da Luz Afonso Nunes (F), 45 y.o., born at Santo André Das Tojeiras (CASTELO BRANCO) CASTELO BRANCO,

Narrative

When XX Century,

BeliefUnsure / Uncommitted

Classifications