[A Cabrinha]

APL 2181

— Sabe se por aqui ha alguma lenda ou historia antiga que diga respeito ao Monte Gordo? Sabe se por estes sitios teem apparecido alguma moura encantada ou alguma penada?
 — Que lembrança! mas que lembrança! Vossa Senhoria gosta de rir á nossa custa? Ah, ah, ah! terminou, rindo muito.
 — Não ria, Então não tem ouvido falar na Cabrinha? Já até a vi. Uma noite, no inverno passado, ouvi barulho na rua, e sahi de casa a vêr o que era. Encontrei-me com pessoas que conversavam muito animadamente. Preguntei-lhes o que succedera, e responderam-me:
 — Agora mesmo se levantou de entre os nossos pés a Cabrinha. A principio parecia muito pequena, mas á proporção que se ia afastando parecia maior.
 Olhei e fiquei pasmada. A uns duzentos passos pareceu-me uma grande armanha, branca e sempre a andar, parecendo de cada vez maior. Desde então nunca mais sahi de noite. Ora note que isto apparece apenas ha cem annos.
 — E tem apparecido muitas vezes?
 — Tem. Apparece na figura de um bezerro. As pegadas veem-se perfeitamente na areia, á beira mar.
 — E o que dizem ser a Cabrinha?
 — Eu sei lá: dizem que é uma alma do outro mundo.

Source OLIVEIRA, Francisco Xavier d'Ataíde Monografia de Vila Real de Santo António Faro, Algarve em Foco, s/d [1908] , p.213-214

Place of collection Monte Gordo, VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO, FARO

CollectorJoaquim António Teixeira (M)

InformantFrancisca (F), Monte Gordo (VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO) FARO,

Narrative

When XX Century,

BeliefUnsure / Uncommitted

Classifications