A estrada assombrada

APL 365

Antigamente, quando ainda se utilizava a via romana para fazer a ligação Porto Viseu, os mercadores faziam a viagem a cavalo e tinham que fazer várias paragens durante as suas viagens, para comerem, para descansarem e para deixarem descansar os animais.
 Todos os viajantes que se metiam nestas andanças faziam sempre uma paragem numa pequena estalagem que oferecia boa comida, dormida e um bom repouso aos esgotados e poeirentos viajantes. Esta estalagem ficava numa pequena aldeia enfiada na serra, que ainda hoje existe e que se chama Manhouce. Depois desta paragem, quando os viajantes retomavam caminho, tinham que passar num outro lugar, que se chama Bustarenga e era entre estes dois lugares que ficava uma estrada, que uns chamavam assombrada e outros amaldiçoada, mas a verdade é que, nesses pontos, conhecidos ainda hoje como Cova do Ladrão e Outeiro de Alcaranta, no meio da floresta, existia em cada um uma casa, que servia de esconderijo aos salteadores e que lhes oferecia um bom ponto de observação, num lado da via para o lado de Viseu e, no outro, da via para o lado do Porto.
 Esses salteadores tinham informadores na estalagem, que os avisavam das melhores cargas para assaltarem, mas esses foram descobertos e expulsos da região. Então os salteadores tiveram de arranjar uma nova estratégia e arranjaram uma maneira engenhosa. Ataram fio de tropeçar de um esconderijo até ao outro, com um badalo em cada esconderijo e assim cada quadrilha avisava a outra, puxando o fio que fazia soar o badalo do outro lado, da chegada de vítimas, que não se limitavam a roubar ainda lhes pregavam valentes sustos, para se divertirem.
 Com as mudanças que o tempo trouxe os salteadores da estrada desapareceram, mas ainda hoje há vestígios da casa na Cova do Ladrão e uma gruta no Outeiro de Alcaranta.

Source PINHO, Isabel Contos e Lendas da Serra Nostra S. Pedro do Sul, Câmara Municipal de S. Pedro do Sul, 1998 , p.28

Place of collection Manhouce, SÃO PEDRO DO SUL, VISEU

InformantMaria José Valério (F),

Narrative

When XX Century, 90s

BeliefUnsure / Uncommitted

Classifications