A Cova do Gigante (2)

APL 388

Em Arruda dos Vinhos havia um gigante que aterrorizava as pessoas: comia todos os animais, pois era enorme e precisava de muito alimento.
 Isto não podia continuar!
 Mais dia menos dia, as pessoas acabariam por morrer à fome, porque os seus animais, quer os utilizados na alimentação, quer os que serviam para ajudar nas lides agrícolas, iam sendo engolidos pelo gigante.
 Certo dia, várias pessoas reuniram-se com o mesmo propósito: matar o terrível gigante. E conseguiram-no. Mas surgiu outro problema: não sabiam onde enterrar tão desproporcionado corpo. Teriam de fazer um enorme buraco... Porém, pensaram numa solução mais cómoda: cada pessoa levava um balde de terra e colocava-o em cima dele.
 E foi assim que surgiu o monte a que hoje chamam Cova do Gigante.
 Dizem ainda alguns que o gigante era tão mau que fez surgir em seu torno peste e que na altura levava consigo um tesouro que ninguém se lembrou de lhe tirar quando o sepultaram. Contudo, ninguém, até hoje, se atreveu a procurar o tesouro, pois tem receio de libertar a peste.

Source CUNHA, Jorge da Criações do Génio Popular Arruda dos Vinhos, Associação para a Recuperação do Património de Arruda, 1997 , p.30-31

Place of collection Arruda Dos Vinhos, ARRUDA DOS VINHOS, LISBOA

Narrative

When XX Century, 90s

BeliefUnsure / Uncommitted

Classifications