A Aposta

APL 396

Um homem apostou com outro que ele não era capaz de passar no cemitério à meia-noite.
 Nesse mesmo dia, à hora marcada, lá estava o segundo homem à porta do adro. O outro, que já esperava por ele, disse entusiasmado:
 - Amigo, dê-me cá um aperto de mão. O outro apertou-lhe a mão e disse:
 - Você está frio, homem! E, sem pensar muito, o outro respondeu-lhe:
 - É que eu já ando nesta vida há mais de 300 anos...
 O visitante nem esperou pelo resto da conversa, fugiu a patinhas e nunca mais ninguém o viu.

Source CUNHA, Jorge da Criações do Génio Popular Arruda dos Vinhos, Associação para a Recuperação do Património de Arruda, 1997 , p.51

Place of collection Arruda Dos Vinhos, ARRUDA DOS VINHOS, LISBOA

Narrative

When XX Century, 90s

BeliefUnsure / Uncommitted

Classifications