O mistério da açucena

APL 739

Já a minha mãe me dizia que dentro daquela capela, onde o Padre Francisco está sepultado, e numa frincha da sua sepultura, uma vez nasceu uma açucena. Ficou logo tudo:
 — Ah! Como é isto possível?
 Como o povo ficou muito admirado com isso, houve uns rapazes daqui que quiseram ver o que é que lá existia por baixo, e abriram a sepultura. Pior coisa não podiam ter feito. Nunca mais voltou a nascer açucena nenhuma. 

Source PARAFITA, Alexandre Património Imaterial do Douro - Narrações Orais (contos, lendas, mitos) Vol. 1 Peso da Régua, Fundação Museu do Douro, 2007 , p.144

Place of collection Granja Do Tedo, TABUAÇO, VISEU

CollectorAlexandre Parafita (M)

InformantTeresa Veiga Amaral (F), 68 y.o., Granja Do Tedo (TABUAÇO) VISEU,

Narrative

When XXI Century,

BeliefUnsure / Uncommitted

Classifications