O rei de orelhão

APL 107

Naquele tempo, andando um rei a caçar na serra dos Vales e Franco, conhecida hoje serra de Santa Comba, encontrou dois pastorinhos que guardavam o seu rebanho, de nome Comba e Leonardo, seu irmão.
 O rei, querendo zombar da jovem menina, pediu para que deixasse deitar a cabeça no seu colo, afim de o catar. A menina obedeceu pedindo o auxílio de Deus.
 Levado por uma força sobrenatural, o rei adormeceu. A menina para se livrar do seu inimigo, desprendeu o laço do avental e foi-se retirando, ficando o rei com a cabeça apoiada somente no avental.
 Quando acordou, foi procurar a jovem menina que ia fugitiva com seu irmão. Quando se encontrou alcançada, pediu o auxílio de Deus, que a defendesse das mãos de seu algoz. E virou-se para uma fraga que estava no lugar, e pediu-lhe com todo o seu coração: — Abre, fraga bendita, para entrar Comba catita.
 Ora o rei, quando bateu com a lança na fraga, e não atingiu o alvo que mirava, enfureceu-se e, todo raivoso, virou-se para Leonardo, dando-lhe uma lançada. Deitou-lhe as tripas de fora, e retirou-se. A jovem menina, quando se viu livre, levou o seu irmão para junto de uma poça de água que ali havia, e lavou as chagas. Recolhendo as tripas ficou sarado.
 Ainda hoje se encontram as irmãs Jesus dos Santos Jovens, no dito lugar. Santa Comba, numa capelinha junto à dita fraga, no pino do cabeço. S. Leonardo, em outra capelinha, na tal dita poça, onde foram lavadas as suas chagas. A estátua do rei de Orelhão, ao lado de s. Leonardo, montado no seu cavalo, armado com a lança. Aí são venerados os dois santos jovens, Santa Comba e S. Leonardo pela freguesia dos Vales, concelho de Valpaços.

Source AFONSO, Belarmino Raízes da Nossa Terra Bragança, Delegação da Junta Central das Casas do Povo de Bragança, 1985 , p.98

Place of collection-, MIRANDELA, BRAGANÇA

CollectorAdelino Augusto Fidalgo (M)

Narrative

When XX Century, 80s

BeliefSome Belief

Classifications

MotifsTh [F942.3.1.] Earth opens at woman's bidding to enclose her.