O tesouro e as maleitas

APL 965

A gente das povoações vizinhas de Favaios, em Alijó, acreditava na existência de um tesouro escondido numa grande fraga do monte de Santa Bárbara. Para o encontrar, era preciso ir lá à meia-noite e acender uma vela.
Aparecia então um cavalo branco que o pretendente montava voltado para a garoupa e com a vela na mão.
Nesse momento, a vela apagava-se e o encantador dizia: Quem te apagou, que te acenda, e, sempre com ela segura, punha-a atrás das costas. Se a vela voltasse a acender-se, o cavalo chegava junto de uma fraga em que batia com uma pata e levava o ambicioso ao lugar do tesouro.
Certo dia, um grupo de pessoas quis certificar-se da verdade. Mas, em vez de encher as algibeiras do ouro encantado, apanhou mas foi um grande ataque de maleitas.

Source AA. VV., - Literatura Portuguesa de Tradição Oral s/l, Projecto Vercial - Univ. Trás -os-Montes e Alto Douro, 2003 , p.TE8

Year2002

Place of collection-, PÓVOA DE LANHOSO, BRAGA

CollectorStephanie Rodrigues (F)

InformantAntónio Manuel Gomes Rodrigues (M), 62 y.o., - (PÓVOA DE LANHOSO) BRAGA,

Narrative

When XX Century, 90s

BeliefUnsure / Uncommitted

Classifications