Os São Bentinhos

APL 987

Existem dois santos com o mesmo nome, quer dizer, dois São Bentinhos. Um reside na freguesia de Santo Emilião, concelho da Póvoa de Lanhoso, e outro em Rio Caldo, concelho de Terras de Bouro. Isto verifica-se porque há muito, mas muito tempo, veio morar para Santo Emilião um padre chamado Bento que viria a tornar-se no São Bento. Ele era um homem bondoso e humilde que gostava de ajudar os mais pobres. Os seus pais e um primo, de nome Bento também, vieram morar com ele. Mas como os pais já eram bastante idosos, acabaram por falecer pouco tempo depois.
Um dia, enquanto os dois primeiros passeavam à beira do rio e se encontravam sobre uma ponte, São Bento disse ao primo que gostava de construir um Santuário algures por ali:
− Mas onde?
Então teve a brilhante ideia de lançar o seu bordão ao ar e onde ele caísse, aí iria então erguer-se o desejado Santuário. Assim fez e o bordão veio a cair em Terras de Bouro, a cerca de 30 quilómetros do local de onde se encontravam.
Em Terras de Bouro foi erguido um Santuário e na freguesia de Santo Emilião também se fez uma igreja. Conta-se que o São Bento mora em Terras de Bouro e que o seu primo ficou em Santo Emilião.

Source AA. VV., - Literatura Portuguesa de Tradição Oral s/l, Projecto Vercial - Univ. Trás -os-Montes e Alto Douro, 2003 , p.CR4

Year2002

Place of collection Santo Emilião, PÓVOA DE LANHOSO, BRAGA

CollectorStephanie Rodrigues (F)

InformantMaria da Conceição Freitas Oliveira (F), 52 y.o., Santo Emilião (PÓVOA DE LANHOSO) BRAGA,

Narrative

When XX Century, 90s

BeliefUnsure / Uncommitted

Classifications