Lenda do Fragão da Pitorca

APL 1017

Contavam os antigos que existia uma moura encantada no Fragão da Pitorca, situado na aldeia de Santo António de Monforte. Diziam que se costumava ouvir a moura a cantar.
Certo dia, um homem do povo encheu-se de coragem e resolveu ir ao fragão para ver se encontrava a moura. Chegou-se à frente e viu-a a pentear-se com um pente de ouro os cabelos dourados. Ela pediu-lhe que lhe fizesse um favor:
− Quero que venhas cá amanhã bem cedo e que não tenhas medo do que vires e ouvires.
O homem concordou.
De manhã bem cedo lá estava ele. De repente, apareceu-lhe uma enorme cobra que subiu por ele acima para lhe dar um beijo. Mas o homem teve medo, deu um grito e fugiu.
A moura apareceu e disse:
− Ah, ladrão! Foste a tua desgraça e a minha. Redobraste o meu encanto.
O homem chegou a casa cansado de tanto correr com o medo. Uns dias mais tarde, morreu. E nunca mais ninguém ouviu cantar a moura encantada.

Source AA. VV., - Literatura Portuguesa de Tradição Oral s/l, Projecto Vercial - Univ. Trás -os-Montes e Alto Douro, 2003 , p.ME4

Year2002

Place of collection Santo António De Monforte, CHAVES, VILA REAL

CollectorDaniela Amorim Alves (F)

InformantMaria Teresa Alves Gomes (F), 60 y.o., Santo António De Monforte (CHAVES) VILA REAL,

Narrative

When XX Century, 90s

BeliefUnsure / Uncommitted

Classifications