A Cobra do Sabugueiro

APL 2262

No Sabugueiro, margens do Rio Alva (faldas da Estrela), um rapaz viu sobre um penedo uns figos secos. Ia a lançar-lhes a mão, quando ouviu uma voz gritar-lhe: Schit, schit, deixa isso! A voz continuou, porém, dizendo que lhe dava os figos, se ele lhe desse os safões ou o cão; o rapaz deitou a fugir, tendo apenas tempo de ver que a cousa que falava era metade cobra. Se ele desse um beijo na cobra, esta quebrava o encanto.

Fonte Biblio VASCONCELLOS, J. Leite de Contos Populares e Lendas II Coimbra, por ordem da universidade, 1966 , p.750

Place of collection Sabugueiro, SEIA, GUARDA

Narrativa

When

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications