A fonte das grades

APL 269

A ela iam as mourinhas da Citânia lavar a roupa.
 Numa ocasião, entregava-se a esse trabalho uma donairosa menina. A roupa lavada era posta a enxugar numas grades de varões de oiro mociço.
 Aconteceu passar no caminho da fonte e da serra um dos pastores de Sanfins, com seu rebanho de chibas e ovelhas.
 A manhã ia em meio, e a mourinha pediu ao pastor um pouco de leite de cabra. Pagaria a dádiva com um varão de oiro puro daquela grade.
 O pastor fez-se rogado com receio de qualquer malefício para a sua alma de cristão. Se a atendera, ficaria podre de rico...

Fonte Biblio AA. VV., - Douro Litoral, 5ª Série, IX n/a, s/ed., 1953 , p.66

Place of collection-, PAÇOS DE FERREIRA, PORTO

Narrativa

When XX Century, 50s

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications