A lagoa das 7 cidades

APL 2323

Informante: Conheço uma história que é conhecida pela lenda das 7 cidades é mesmo conhecida como lenda que é contada para explicar porque é que na ilha de S. Miguel existe uma lagoa composta por duas lagoas, que é a lagoa das 7 cidades que uma é verde e a outra é azul.
  Contam uma história que era um pastor e uma princesa, a princesa costumam contar a história comum nome mas eu não me lembro do nome dela, mas ela era filha única e o rei, o pai dela, era viúvo e então era muito protector, não queria que ela saísse de casa, que ela estivesse com ninguém, que ela casasse. Só que quando o rei ia dormir a sesta todas as tardes, ela escapava-se e ia passear pelos campos, nas redondezas do palácio e então ouve um dia em que ela encontrou, ouviu uma música muito agradável e como gostou muito começou a seguir o som e então encontrou um pastor que estava a tocar flauta e ficou por ali a ouvi-lo, a observa-lo e depois no dia a seguir voltou e voltou foi voltando sempre todos os dias até que começaram a falar, e acabaram por se tornarem amigos até que apaixonaram-se a partir daí começaram a encontrar-se todos os dias ficavam a tarde toda, o pastor tocava música, namoravam, conversavam, passeavam por ali, por aquela zona. E então ouve um dia que o pastor decidiu que ia pedir a princesa em casamento. Foi ao palácio e pediu para falar com o rei. O rei recebeu-o e então o pastor declarou-se e disse que gostava muito da princesa e que queria pedi-la em casamento o rei ficou muito chateado, ficou mesmo irado, mandou expulsar o pastor do palácio e disse que a filha não casava com ninguém muito menos com ele que não tinha nada para oferecer. Expulsou o pastore pôs a filha de castigo no quarto. No dia a seguir quando ele foi dormir a sesta a filha, a princesa, tornou outra vez a escapar de casa e foi ter com o pastor. Eles abraçaram-se muito, choraram muito, estavam a sofrer muito porque nunca iam poder ficar juntos, iam ficar separados para o resto da vida, choraram, choraram, choraram até que formaram duas lagoas. Um deles que agora já não me lembro se era o pastor se era a princesa tinha olhos azuis e de tanto chorar formou uma lagoa azul o outro que tinha os olhos verdes de tanto chorar formou a lagoa verde. Actualmente desde há muito tempo, desde que contam esta história talvez antes (incerteza) duas lagoas encontram-se unidas mas nunca as cores da água se misturam, portanto há duas lagoas: uma verde e uma azul e são conhecidas como lagoa das 7 cidades e actualmente quando se vai lá a lagoa, penso que há uma placa onde contam essa história.


Colectora: Aprendeu com quem essa história?
Informante: Eu lembro-me desde miúda de conhecer essa história mas não me lembro bem quem me contou porque talvez tenha sido a minha tia que é de S. Miguel é provável que tenha sido ela a contar-me e depois como ela é educadora de infância ela também gosta muito de estar a contar historias e a ensinar coisas é possível que quando era miúda tenha sido ela a contar-me, mas não me lembro bem. Também é uma história que é mais ou menos conhecidas entre os açorianos.
Colectora: Ou seja como disse há pouco que está presente junto da lagoa uma placa…
Informante: Sim penso que sim. Está lá uma espécie de placa que tem lá a história. E mesmo pelo que a minha tia me disse actualmente é rara a pessoa que não conheça a história. Em S. Miguel se pergunta a alguém que vive lá, toda a gente sabe a história para contar.
Colectora: Ou seja, a história perdura já há vário tempo?
Informante: Sim. Ao longo dos anos. Aliás nas escolas de S. Miguel ensinam esta lenda às crianças como explicação da existência daquela lagoa.

Fonte Biblio AA. VV., - Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas) Faro, n/a,

Ano2008

Place of collection Sete Cidades, PONTA DELGADA, ILHA DE SÃO MIGUEL (AÇORES)

ColectorVanessa Martins (F)

InformanteCátia Leandro (F), 24 y.o., born at Angra (Sé) (ANGRA DO HEROÍSMO) ILHA TERCEIRA (AÇORES),

Narrativa

When

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications