A Lapa do Diabo

APL 2260

A moira aparece pelos S. Juões, de 7 em 7 anos. Da cinta p’a riba é géinte e pra báixo é bicho (serpéinte segundo uns, ou cabra segundo outros). Uma bez foi lá uma rapariga e a moira disse se le cataba que le daba dinheiro e pediu-lo também a moira leite e pão quéinte. Depois a rapariga catou-a e deu-le o pão e o leite e a moira deu-le um cestinho de bugalhos e depois escangalhou-se todo, ficou só c’um. E a moira detrás a apanhá-los. Depois a rapariga botou o bugalho a um caixotito e apareceu um cor da oiro.

Fonte Biblio VASCONCELLOS, J. Leite de Contos Populares e Lendas II Coimbra, por ordem da universidade, 1966 , p.748

Place of collection Valadares, MONÇÃO, VIANA DO CASTELO

Narrativa

When

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications