A lenda da Ponte da Misarela (outra versão)

APL 1039

Certo dia, um ladrão, fugindo de um par de guardas, deparou-se com um rio que não podia de forma nenhuma atravessar. É então que lhe aparece o diabo e lhe propõe um negócio:
− Farei surgir uma ponte sobre este rio que desaparecerá à tua passagem, contanto que me dês a tua alma.
O ladrão, olhando para trás com receio de que os guardas se aproximassem, viu ali uma solução para o seu problema e por isso aceitou de imediato.
− Acordo feito.
− Sempre que precisares, é só chamar pelo meu nome, que eu logo te acudirei − disse o diabo.
Fez então surgir a ponte, permitindo que o ladrão escapasse e fazendo-a logo a seguir evaporar-se no ar.
Mas a consciência do ladrão começou a pesar-lhe por ter dado assim de mão beijada a alma ao diabo e decidiu procurar um padre a quem contou tudo e a quem pediu ajuda. Combinaram ambos uma solução: o padre iria com ele até ao local da ponte e esconder-se-ia no momento em que o ladrão chamasse pelo diabo. E assim aconteceu.
O ladrão chamou pelo diabo e este voltou a fazer aparecer a ponte. Nesse momento, o padre lançou água benta sobre ela e sobre o ladrão, afugentando o diabo e abençoando a ponte para sempre, que ali ficou.

Conta-se que um dia, uma pobre mulher que entrara em trabalho de parto se foi abrigar debaixo da ponte para ter a criança e que, a dada altura, ouviu uma voz que lhe dizia que aquela criança seria abençoada e que, se nascesse menino, lhe teria de dar o nome de Gervásio e, se fosse menina, o nome de Senhorinha. O caso espalhou-se e muitas mulheres passaram a procurar o local para terem os filhos para que estes também nascessem abençoados.
Conta-se que naquela zona existem vários Gervásios e várias Senhorinhas, que fazem crer que uma lenda pode ser uma lenda, mas que pode ter algo de real e que o real e o imaginário muitas vezes se cruzam e fazem parte de um mundo que continua por descortinar.

Fonte Biblio AA. VV., - Literatura Portuguesa de Tradição Oral s/l, Projecto Vercial - Univ. Trás -os-Montes e Alto Douro, 2003 , p.L8

Ano2000

Place of collection Montalegre, MONTALEGRE, VILA REAL

ColectorMarta Machado (F)

Narrativa

When XX Century, 90s

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications