A lenda das Cruzes

APL 1033

Num dia de nevoeiro, um pastor saiu com o seu rebanho para o monte, como fazia sempre. Este pastor tinha um filho de quinze anos.
O filho veio ao encontro do pai para lhe levar a merenda e perdeu-se. Como estava muito frio, encostou-se a um penedo. Mas não resistiu muito tempo e arreguiçou.
Mais tarde os familiares foram procurá-lo e encontraram-no morto atrás do penedo. Resolveram então enterrar o corpo do rapaz por baixo desse mesmo penedo.
Para esta tragédia ficar marcada e todos se lembrarem dela, gravaram no penedo tantas cruzes quantos anos ele tinha. Assim, esse local ficou com o nome de Cruzes.

Fonte Biblio AA. VV., - Literatura Portuguesa de Tradição Oral s/l, Projecto Vercial - Univ. Trás -os-Montes e Alto Douro, 2003 , p.L2

Ano2002

Place of collection-, RIBEIRA DE PENA, VILA REAL

ColectorSónia Carvalhinha (F)

InformanteJosé da Costa Rego (M), 83 y.o., - (RIBEIRA DE PENA) VILA REAL,

Narrativa

When XX Century, 90s

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications