A Lenda dos Corvos

APL 2442

Esta lenda passa-se no tempo do rei Dom Afonso Henriques. O rei costumava andar sempre em muitas batalhas e tinha como ponto estratégico o Castelo de Leiria. Que era muito cobiçado por todos os invasores porque tinha uma localização muito boa. Numa altura em que o rei foi com os seus soldados e encontrou os Castelhanos onde iria haver uma batalha. O rei tinha poucos homens e com os poucos que tinha cercou a zona que ele queria defender. Acontece que quando os guerreiros começaram a ver chegar os Castelhanos estavam muito desanimados porque o número era um número completamente desproporcionado. Os outros eram em número muito elevado, eles muito poucos e já sem coragem para lutar, eis que surge um corvo. Esse corvo  pousa por cima onde estavam os soldados do rei Afonso Henriques, começa a bater as asas e a fazer aqueles ruídos como se estivesse a cantar. Os soldados pensaram ser um agoiro, mas um agoiro bom, para lhes dar coragem, para conseguirem vencer a batalha. E conseguiram, eles defenderam o castelo, lutaram, ganharam a batalha e saíram vitoriosos. Por essa razão na bandeira da cidade de Leiria, nos símbolos estão contidos dois corvos pretos, esses dois corvos foram feitos em prol dessa vitória da cidade de Leiria, que nessa altura não era cidade, mas quando subiu a cidade esses corvos apareceram na bandeira.

Fonte Biblio AA. VV., - Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas) Faro, n/a,

Ano2008

Place of collection Leiria, LEIRIA, LEIRIA

InformanteLídia Gameiro (F), 54 y.o., Leiria (LEIRIA) LEIRIA,

Narrativa

When

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications

MotivosTh [B451.5.] Helpful raven.