[A moura das Casas Brancas]

APL 3524

Há uma moura encantada a tecer em tear de oiro nas Casas Brancas, termo de Vale de Pereiro [concelho de Alfândega da Fé]. Estas casas, muitíssimo pretas, por sinal, são os alicerces de uma aldeia mourisca. Percebem-se ali os restos de algumas casas, que não puderam ser acabadas por causa da expulsão dos mouros.
    Ali ficou uma moura encantada em horrorosa serpente, e se algum mortal tiver coragem e tempo de dizer certas palavras sacramentais, a cobra desaparecerá para dar lugar a uma moura.

Fonte Biblio PARAFITA, Alexandre A Mitologia dos Mouros: Lendas, Mitos, Serpentes, Tesouros Vila Nova de Gaia, Gailivro, 2006 , p.203

Place of collection Vale Pereiro, ALFÂNDEGA DA FÉ, BRAGANÇA

ColectorFrancisco Alves (M)

InformanteJoão Baptista Vilares (M),

Narrativa

When XX Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications