A moura do pente de ouro

APL 1126

Este acontecimento passou-se no Vale Peniche, ao fundo do Covão do Pedro, com um pastor do senhor Careira, de Mesão Frio. Andava a guardar as cabras e encontrou uma senhora a assoalhar um tabuleiro de carvões, estando simultaneamente a pentear-se com um pente de ouro. Ela perguntou-lhe:
 - O que é mais bonito, o cabelo ou o pente?
 O pastor respondeu que o cabelo era bonito mas mais bonito era o pente. Ao que ela ripostou:
 - Ai ladrão que perdeste.
 E deu-lhe uma cinta para ele atar à cintura. Mas ele atou-a a um pinheiro. E daí a alguns dias o pinheiro estava seco. Disse o pastor depois que se a tivesse atado à cintura teria morrido.

Fonte Biblio HENRIQUES, Francisco Contos Populares e Lendas dos Cortelhões e dos Plingacheiros Vila Velha de Ródão, Associação de Estudos do Alto Tejo, 2001 , p.294-295

Ano1984

Place of collection-, MAÇÃO, SANTARÉM

ColectorFrancisco Henriques (M)

InformanteMaria de Lurdes Pereira (F), - (MAÇÃO) SANTARÉM,

Narrativa

When XX Century, 90s

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications