A mulher com pés de cabra

APL 2766

A origem da capela de São Tiago, situada em lugar ermo e escarpado no extremo das aldeias de Espinhoso e Edral, do concelho de Vinhais, está associada a uma curiosa lenda bastante arreigada nas crenças do povo.
Conta-se que, há muitos e muitos anos, um fidalgo das redondezas costumava ir caçar para as escarpas do rio Rabaçal, onde abundam os javalis, e, certo dia, encontrou sentada numa fraga uma bela mulher que o cativou com sorrisos provocantes.
O fidalgo, não resistindo à tentação, foi sentar-se à sua beira e ambos trocaram olhares e cumplicidades sensuais. Porém, quando o homem procurou tocá-la com as mãos, notou que os seus pés eram de cabra.
—  Que é isto?! Que mulher és tu? —  gritou espantado e apavorado.
Ela, sem palavra dizer, prendeu-o com braços fortes e procurou que ambos se despenhassem no precipício. Foi então que ele recorreu a São Tiago.
— Valei-me São Tiago, santo da minha devoção! — rogou o fidalgo.
Diz o povo que, no mesmo instante, a mulher se desenlaçou e se transformou num demónio aterrador, precipitando-se no abismo, onde desapareceu.
Por sua vez, o fidalgo, em honra do santo, mandou construir naquele mesmo local a capela, que, ainda hoje, atrai milhares de romeiros de todas as bandas.

Fonte Biblio PARAFITA, Alexandre O Maravilhoso Popular - Lendas, contos, mitos Lisboa, Plátano Editora, 2000 , p.113

Place of collection Edral, VINHAIS, BRAGANÇA

Narrativa

When XX Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications