A mulher lobisomem

APL 3772

Era uma mulher que era uma mulher que era lobisomem. A mulher era lobisomem, porque eram sete raparigas. Eu conto isso porque nós também éramos sete raparigas seguidas. Mas a minha irmã mais velha, era a Violante, e o meu irmão que morreu, tiveram que me baptizar, porque era uma tradição: quando eram sete raparigas seguidas, a mais velha tinha que baptizar a mais nova. E eu às vezes conto. Às vezes os meus filhos diziam-me: «Ó mãe, conta a história que tinhas de ser lobisomem!»

Então uma mulher era lobisomem. E então ela todas as noites se transformava num… Depois da meia-noite transformava-se num cavalo branco, um cavalo muito lindo. Corria as ruas da aldeia. Um dia o homem, disse:
- A tua mulher todas as noites sai e transforma-se num cavalo branco.
E diz o homem:
- Não pode ser. Então a minha mulher está todas as noites a dormir comigo, como é que pode ser a minha mulher transformar-se num cavalo branco?
Diz:
- A tua mulher transforma-se num cavalo branco. Senão, tu uma noite guarda-la, fazes que estás a dormir e tu vais ver como a tua mulher se transforma num cavalo branco. A tua mulher é um lobisomem.
Diz:
- Não pode ser.
Diz:
- Transforma, transforma. Tu vais ver.
Diz o homem:
- Pois… Deixa que eu… É esta noite que eu não vou dormir, que eu vou ver se a minha mulher se transforma num cavalo branco.
E então, a mulher, chegou aquela hora de ela se ir embora e… Isto também era a minha mãe que contava: e ela então, com as fraldas da camisa, dizia:

- Eu te benzo com as fraldas do meu cu,
enquanto que eu vou e venho, não acordes tu.

E o homem dormia e ela ia-se embora. Mas naquela noite, ela tornou… o homem piscou o olho. Diz:

- Eu te benzo com as fraldas do meu cu,
enquanto que eu vou e venho, não acordes tu.

Diz ele:
- Então não é esta noite que tu vais! E com uma aguilhada (sabe o que era uma aguilhada?) picou-a! Picou-a e ali caiu-lhe o fado.
Pronto.

Fonte Biblio AA. VV., - Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas) Faro, n/a,

Ano1999

Place of collection Alijó, ALIJÓ, VILA REAL

ColectorAntónio Fontinha (M)

InformanteMaria José Santos (F), 39 y.o.,

Narrativa

When XX Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications