A Rapariga que pede água

APL 2513

Diziam, que antigamente havia uma rapariga que morreu afogada num poço, tinha os seus 5, 6, 7 anos, acho que era 6, 7 anos, por aí. E a rapariga, morreu afogada num poço porque era pobre, tinha sede e andava sempre a pedir água de porta em porta, e ninguém lhe dava, e ela como tinha sede foi ao poço para tentar arranjar um pouco de água para beber. O que acontece é que ela caiu e acabou por morrer afogada. E dizem que, acho que era no aniversário da morte da rapariga, que ela de noite ia bater à porta das pessoas a pedir água, vestida de branco, com um vestido branco. E quando as pessoas voltavam para dar o copo com água ela desaparecia, simplesmente desaparecia.

Fonte Biblio AA. VV., - Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas) Faro, n/a,

Ano2008

Place of collection Mexilhoeira Grande, PORTIMÃO, FARO

ColectorAna Teresa Neves (F)

InformanteManuel (M), 20 y.o.,

Narrativa

When XX Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications