A serpente guardiã do castelo

APL 2198

Os mais idosos da aldeia de Orjais, igualmente situada a relativa distância do Castelo do Mau Vizinho, vêm afirmando que, noutros tempos, era vista uma grande serpente, com uma cabeça descomunal, a sair do rio Mouce e a passear pelo castelo.
Conta-se que, se alguém a observava, logo ela formava um salto enorme, lançando-se do alto do castelo para o açude do rio, onde desaparecia.
Perante tal visão, ninguém ousava aproximar-se do local.
Por isso, diz a lenda que esta serpente é a guardiã do castelo e do tesouro que nele está encantado, ou seja, o bezerro de ouro. E mais: se alguém tivesse o dom e a coragem de se aproximar e beijá-la, o tesouro seria seu.
Mas quem se atreveria a uma coisa dessas?

Fonte Biblio PARAFITA, Alexandre O Tesouro dos Maruxinhos: Mitos e Lendas para os Mais Novos Lisboa, Oficina do Livro, 2008 , p.20

Ano2007

Place of collection Cimo De Vila Da Castanheira, CHAVES, VILA REAL

InformanteAntónio da Eira (M),

Narrativa

When

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications