A velhinha do sonho

APL 960

Conta-se que em Loureiro, Peso da Régua, há muitos anos atrás algo de estranho se passou. Uma menina deitou-se certa noite como era seu costume. Durante o sono, começou a sonhar e no sonho aparece-lhe uma velhinha que lhe disse:
- Amanhã vou aparecer-te outra vez em sonhos para te dizer uma coisa muito importante. Não tenhas medo que eu não te faço mal. E não contes isto a ninguém, nem mesmo à tua mãe!
A menina acordou assustada e não contou nada a ninguém tal como a velhinha lhe pediu, porque pensou que, se contasse o seu sonho, ninguém iria acreditar.
O dia passou normalmente e depressa chegou a noite. Todos se deitaram e a meio da noite a menina começa a sonhar com a mesma mulher do sonho da noite anterior.
Então a velhinha disse à menina:
- Amanhã, à meia noite, vais levantar-te e vais à capela da Casa Grande. Por baixo do altar está uma pedra muito grande e pesada. Quando tocares na pedra, esta vai tornar-se leve como uma pena. Levantas a pedra e de lá vão sair muitas abelhas que depois se transformarão em ouro.
A menina acordou cheia de medo e no dia seguinte contou à mãe o que se tinha passado. A mãe disse-lhe que não fizesse nada do que a mulher do sonho lhe tinha dito para fazer.
Na noite seguinte, a velhinha voltou a aparecer no sonho da menina e disse-lhe que, como contou à mãe os sonhos das noites anteriores, o encanto se tinha quebrado.
A menina ficou contente por tudo aquilo ter acabado, mas pensou que, se tivesse vencido o medo, podia ter ganho muito ouro.

[Este conto é narrado no lugar de Travassos, freguesia de Loureiro do conselho do Peso da Régua e
foi contado pela primeira vez pela menina que teve os sonhos. Esta menina já não é viva, tendo morrido
com uma idade bastante avançada. Isto foi-me contado pela minha mãe, que é sobrinha da menina.]

Fonte Biblio AA. VV., - Literatura Portuguesa de Tradição Oral s/l, Projecto Vercial - Univ. Trás -os-Montes e Alto Douro, 2003 , p.TE3

Ano2000

Place of collection Loureiro, PESO DA RÉGUA, VILA REAL

ColectorIolanda Maria Machado Guedes (F)

Narrativa

When XX Century, 90s

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications