Avança, cavalo, rio Tedinho!

APL 737

Era um rei que ia a cavalo para atravessar o rio. Só que o rio ia de monte a monte. Quer-se dizer, ia muito cheio. Mas ele, como o queria atravessar, formou um galão [salto grande] do lado de cá e gritou:
 - Avança, cavalo, rio Tedinho!
 E não é que o cavalo saltou mesmo para o outro lado...?! Deu-se, portanto, ali uma coisa inexplicável. Ora, como esse rio ia dar ao rio Tedo, e como aquele rei se lembrou sempre do grito que deu, pôs-lhe então o nome Tedinho. E assim ficou.
O rei, não sei que rei era, construiu além naquele monte umas casas, onde viveu. Ainda lá estão os restos. E por isso ao monte também se chama Monte-Rei.

Fonte Biblio PARAFITA, Alexandre Património Imaterial do Douro - Narrações Orais (contos, lendas, mitos) Vol. 1 Peso da Régua, Fundação Museu do Douro, 2007 , p.143

Place of collection Granja Do Tedo, TABUAÇO, VISEU

ColectorAlexandre Parafita (M)

InformanteJosé Soares de Oliveira (M), 82 y.o., Granja Do Tedo (TABUAÇO) VISEU,

Narrativa

When XXI Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications