[borborinheira]

APL 2918

Estava um dia na ribeira a lavar a roupa quando veio uma borborinheira e levou-me a roupa que eu tinha estendida em cima da erva. Havia pessoas que chamavam mafarrico e que, quando a viam, diziam: «Jesus, credo, abrenúncio», para a afastar porque dizia-se que era o diabo com almas perdidas”.

Fonte Biblio SALVADO, Maria Adelaide Neto Remoínhos, Ventos e Tempos da Beira s/l, Band, 2000 , p.39-40

Ano1994

Place of collection Casegas, COVILHÃ, CASTELO BRANCO

ColectorPaula Cristina dos Santos (F)

InformanteBárbara Gaspar (F), 96 y.o.,

Narrativa

When XX Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications