Conde do Arco (Azenha)

APL 1666

Na casa do Arco anda coisa má; e, segundo parece, o conde (velho) anda aí em carro de noite, porque a minha cozinheira, ouvindo dizer que de noite passava quase sempre um carro a uma hora certa e perguntando se era depois da meia-noite, sugeriu que seria o Conde do Arco, logo que soube que a hora era depois da meia-noite.

Fonte Biblio SARMENTO, Francisco Martins Antígua, Tradições e Contos Populares Guimarães, Sociedade Martins Sarmento, 1998 , p.193

Place of collection-, GUIMARÃES, BRAGA

Narrativa

When XX Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications