Da milagrosa Imagem de nossa Senhora da Lembrança, que se venera no Convento dos Padres Terceiros de nossa Senhora de Jesus

APL 3289

Muitos milagres se referem dos quaes individuarei dous. O primeiro foy, que embarcandose algũs Religiosos em hum barco de Cassilhas, que hiaõ a fazer uma festa para aquellas partes, & levavaõ em sua companhia dous Cavalheiros, que sem duvida eraõ os q’ os conduziaõ para a mesma festa; de repente se armou no rio hũa taõ grande tormenta, que despedaçada, & levada pelos ventos a vela, ficaraõ todos taõ atemorizados, juntamente com elles os barqueiros, que já naõ davaõ nada por suas vidas. Nesta grande afflicçaõ em que se achavaõ todos, os animou o Corista, (que tambem os acompanhava) dizendolhes que invocassem a sua Senhora da Lembrança, & lhe prometessem de ir a sua casa, que ella os livraria do perigo. Assim o fizeraõ; & no mesmo ponto parou a tormenta, sossegàraõse os mares, & ficando o mar em bonança, chegàraõ felizmente a terra, aonde obrigados à Senhora lhe foraõ dar as graças. Assentàraõ de lhe fazer huma festa, & o compriraõ com toda a grandeza, como pedia o beneficio.
    O Segundo milagre (que por tal se deve julgar) foy, que indo por aquellas partes o Conde de Atouguia em hum sege; o cavallo que o governava tomando o freyo nos dentes o intentou despenhar, & levando-o fóra do caminho se hia a precipitar de hum paredaõ abaixo. Advertiraõlhe que invocasse a Senhora da Lembrança: fello assim, & o cavallo caindo em baixo se achou fóra das prizoens do sege, & este em cima seguro: sahio o Conde sem lezaõ: o cavallo naõ teve perigo, & o sege ficou saõ, & inteiro. A pè foy logo o Conde daras graças à Senhora, & dahi a breves dias lhe fez uma grande festa.

Fonte Biblio AGOSTINHO DE SANTA MARIA, Fr. Santuário Mariano Alcalá, Imperitura, 2007 [1711] , p.Tomo I, Livro II, Título XII, pp. 310-311

Place of collection-, LISBOA, LISBOA

Narrativa

When XVII Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications