Da milagrosa Imagem de nossa Senhora do Carmo, das portas do Claustro

APL 3293

Quanto à origem, & principios de suas maravilhas, referem aquelles Religiosos, q’ havia naquella Cidade hũ grande devoto daquella Senhora, & namorado seu ao divino: este pago muito da fermosura daquella Santa Imagem (donde subiria à contemplaçaõ da fermosura do seu original) tomou por sua devoçaõ pòr diante da Senhora huma alampada, para que sempre estivesse accesa, & assim fosse a Senhora mais venerada. E com este limitado obsequio deu lugar a que em outras muitas pessoas se accedesse a devoçaõ. Passados alguns annos, succedeo que no de 1693. huma mulher trazia uma causa com huma parte muito poderosa, & temendo que o poder lhe contrastasse a sua muita justiça, & com algumas experiencias de que já se leh faltava com ella, se encomendou com grande affecto à Senhora da Porta do Claustro, prometendolhe de lhe fazer hũa festa, se lhe desse sentença a seu favor. Succedeo logo dahi a poucos dias, que estando recolhida em sua casa lhe fossem a pedir alviçaras de que sahira a sentença da sua demanda a seu favor. Não dilatou a agradecida mulher a satisfaçaõ da sua promessa; & assim no dia seguinte deu parte aos Religiosos do sucesso, confessando que devia à intercessaõ da Senhora da Porta de quem se valéra, o bom sucesso da sua sentença. Dispoz se lhe fizesse a festa com Missa cantada, & Sermão; no qual se publicou o bom successo que a devota da Senhora havia tido.

Fonte Biblio AGOSTINHO DE SANTA MARIA, Fr. Santuário Mariano Alcalá, Imperitura, 2007 [1711] , p.Tomo I, Livro II, Título XXXII, pp. 360-361

Place of collection Sacramento, LISBOA, LISBOA

Narrativa

When XVII Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications