Freixo de Espada à Cinta

APL 3585

Um cavaleiro cristão, perseguido por uma horda de aventureiros, viu-se em grande perigo de sofrer morte afrontosa, porque se achava desacompanhado. Sentindo perto os inimigos, cingiu a espada a um freixo e ocultou-se entre os ramos, aguardando um milagre.
    Foi recompensada com efeito a sua fé, não porque a árvore se servisse da espada em defesa dele, mas porque os perseguidores, vendo o freixo cingindo armas, se tomaram de tal medo que fugiram em completa debandada. Esta é a razão porque se lançaram os fundamentos da povoação e porque o fundador tomou por armas o freixo e o montante, e porque ao lugar se deu o nome de Freixo de Espada à Cinta.

Fonte Biblio PARAFITA, Alexandre A Mitologia dos Mouros: Lendas, Mitos, Serpentes, Tesouros Vila Nova de Gaia, Gailivro, 2006 , p.245

Ano1910

Place of collection Freixo De Espada À Cinta, FREIXO DE ESPADA À CINTA, BRAGANÇA

ColectorSilva Leal (M)

Narrativa

When XX Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications