Fumo transformado em gato negro

APL 1619

Viu-o a Bragança em Santa Clara, às nove horas da noite, quando rezava por cima dos claustros. O fumo era avermelhado; foi descendo rapidamente e, chegando ao chão, transformou-se num gato negro que desapareceu, fazendo grande estampido. Disse-lhe uma Freira que lhe valera o seu “anjo forte”, sem o que a Bragança ficaria tolhida.

Fonte Biblio SARMENTO, Francisco Martins Antígua, Tradições e Contos Populares Guimarães, Sociedade Martins Sarmento, 1998 , p.109

Place of collection-, GUIMARÃES, BRAGA

Narrativa

When XX Century, 90s

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications