Guiné e Canais

APL 2114

Na freguesia do Algoz, a nascente desta povoação, há um sítio, nas alturas de um serro, chamado o sítio da Guiné. Diz-se que nesse sítio residira no século XIV um padre muito rico, que tinha ao seu serviço muitos escravos de cor, por cujo motivo ao sítio se pusera o nome de Guiné. É certo existirem no aludido sítio restos de grandes alicerces, que denunciam grande moradia. Logo, nas faldas daquele serro há o chamado sítio dos Canais, cujo nome confirma o que a lenda diz, porquanto também corre como certo que o referido padre, para tornar férteis aqueles terrenos escalvados empreendera um sistema de canalizações, que transportava a todos os pontos as águas em que abundam os terrenos, situados mais abaixo, onde é bem conhecida a Lagoa do Navarro.

Fonte Biblio OLIVEIRA, Francisco Xavier d'Ataíde Contos Tradicionaes do Algarve, Vol. II Porto, Typographia Universal, 1905 , p.461

Place of collection Algoz, SILVES, FARO

Narrativa

When XVI Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications